A Crise causada pelo direito de Opinar - "Dep. Marco Feliciano"...

Nos últimos dias, ou meses, tomaram as paginas dos principais meios de comunicação foi tomada pela Eleição do novo Presidente da Comissão de Direitos Humanos, Dep. Fed. Marco Feliciano. A partir das claras manifestações contrarias a União Homoafetiva e alguns discursos Pseudo-Religioso sobre a origem da raça negra, uma multidão de ativistas e/ou simpatizantes destes, tem se empenhado em prol da saída do Dep. Marco Feliciano da referida comissão. Fato bastante interessante e pertinente a um estado que se diz democrático, pelo menos se diz, e parte de eleições “diretas” para a escolha de seus representantes. Acredito que todo esse barulho é proposital por parte do Congresso Nacional, possivelmente existirá algo de grande importância acontecendo e não sendo percebido, haja vista, o foco no momento ser a Comissão de Direitos Humanos. A única coisa que me incomoda diante de tudo isso, é a não aceitação de uma opinião contraria, ou seja, não apenas o Dep. Marco Feliciano, mas todo cidadão tem o pleno direito de concordar ou não diante de qualquer que seja a situação. Atualmente todo brasileiro pode discordar de tudo, do Congresso, dos Políticos, das Igrejas, dos Sacerdotes, da PresidentA da República, do Pai, da Mãe, do Professor, mas caso venha discordar da União Homoafetiva, prepare-se, você é um forte candidato a ser taxado de Homofóbico. Afinal essa é a palavra da moda. Todos os Homossexuais, Bissexuais, Heterossexuais e tantos outros Grupossexuais que existam e venham a existir são iguais perante a cidadania, com direitos e deveres. Os direitos civis de uma relação entre duas pessoas deveria ser preservado, independente de existir ou não uma relação afetiva. Agora a questão gira em torno do direito de opinião, ou seja, a partir do momento que um determinado grupo é obrigado a concordar com o outro, então a liberdade se foi. Entendo a questão do negro falado pelo Dep. Feliciano como sendo fruto de um equivoco/erro Teológico, na verdade sua fala é mais falta de Sabedoria, Ignorância Teológica e Religiosidade do que preconceito. Por fim, acredito que todo mundo tem o direito de decidir o que deseja para si. Quanto à posse do Dep. Marco Feliciano, os Ativistas podem discordar, porem, precisam saber que não podem tirá-lo a força, e diante das manifestações apelativas, concordo com sua permanencia, haja vista, não ser hunanimidade sua saída. Alem disso vale salientar que é devido o respeito a outros grupos que o elegeram, escolheram e apoia a sua permanência, afinal, é justamente isto que os ativistas buscam para si, ou não??? Ninguem é obrigado a concordar ou discordar das praticas homossexuais, o problema é que os ativistas apresentam a relação homossexual como padrão de relação afetiva e tentam obrigar que todos assim pensem. Vale lembrar que apenas os ativistas tentam isso, pois, nem os próprios homossexuais assim o fazem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentarios, sua opinião será bastante importante...